quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Conde Drácula: a verdade e o mito.



Conde Drácula é um dos personagens históricos mais cruéis, de acordo com certas fontes. A verdade é que muitos o julgam pelo Conde da ficção. Vou mostrar-lhes com algumas referências como nem tudo era verdade.
Vlad III, Príncipe da Valáquia, o verdadeiro Drácula, nasceu na Transilvãnia em 1431. Ele era da Ordem Dracul, que em romeno significa Dragão ou Diabo, dependendo do contexto. Era filho de Vlad II Dracul, e por isso ficou conhecido como Drácula (Draculea), que significa Filho do Dragão ou Filho do Diabo. Em campo de batalha, era conhecido como Vlad Tepes (O Empalador), devido à maneira que derrotava seus inimigos.
Vlad não era apenas crueldade. Ele era um cristão devoto e lutou nas cruzadas com a Ordem do Dragão, combatendo com fervor o expansionismo islâmico. Sua vida foi lutar a favor de seu povo e combater os inimigos da Igreja. O livro de Bram Stoker inicia com a parte real da história, onde ele era um cavaleiro lutando contra os mouros. Ele amava muito uma mulher, mas ela foi morta e ele achou aquilo muito injusto, Deus ter tirado a vida da mulher que ele mais amava enquanto ele defendia os propósitos divinos. Aquilo o deixou amargurado e fez dele o que todos conhecem como o vampiro Drácula. Daí por diante começa a parte surreal desta história gótica. Outra referência interessante é a música da banda Iced Earth. A letra descreve basicamente a mesma história. Letra da música Dracula - Iced Earth.
O verdadeiro motivo por Vlad ser conhecido como vampiro, é devido ao modo que ele se alimentava após as batalhas. Era feito um banquete para ele enquanto os carrascos empalavam e mutilavam os soldados inimigos sobreviventes. Era um banho de sangue, e ele via aquilo com prazer. Daí por diante iniciou os rumores sobre ele beber o sangue dos sobreviventes.




Referência bibliográfica:
BRAM STOKER, Drácula.
Wikipedia

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Conheça-me um pouco...

Eu sou o Michel Xisto, tenho 20 anos, sou do Rio de Janeiro (Capital) e no momento estou cursando o quinto período do curso de Letras (Português/Literatura/Inglês) da Fundação Educacional Unificada Campograndense (FEUC).

O intuito da criação deste blog é escrever artigos sobre literatura.

"Literatura pode ser definida como a arte de criar e recriar textos, de compor ou estudar escritos artísticos; o exercício da eloquência e da poesia; o conjunto de produções literárias de um país ou de uma época; a carreira das letras.
A palavra Literatura vem do latim "litterae" que significa "letras", e possivelmente uma tradução do grego "grammatikee". Em latim, literatura significa uma instrução ou um conjunto de saberes ou habilidades de escrever e ler bem, e se relaciona com as artes da gramática, da retórica e da poética. Por extensão, se refere especificamente à arte ou ofício de escrever de forma artística. O termo Literatura também é usado como referência a um corpo ou um conjunto escolhido de textos como, por exemplo, a literatura médica, a literatura inglesa, literatura portuguesa, etc."


Fonte: Wikipedia

Aguardem! Pois em breve este blog começará com tudo!
Desejem-me sorte!
 
Copyright 2009 Blog do Xisto. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator